(11) 91007-4004 contato@aktaliv.com.br Seg - Sab: 06:00 - 20:00
AKTA-Liv-Endocrinologia-Integrada-Compulsao-Alimentar

Compulsão alimentar: Como você digere suas emoções?

Problemas de saúde mental tão comuns nos nossos dias como ansiedade e depressão tornam o doente ainda mais propenso à compulsão alimentar, pois muitas pessoas buscam na comida um conforto para aliviar suas emoções.

A compulsão alimentar é um Transtorno Alimentar (TA) e é uma doença com repercussões tanto para a saúde física quando a saúde mental. Estudos definem “transtorno alimentar” como um distúrbio persistente na alimentação e nos comportamentos associados ao comer, que resultam em significativa alteração da ingestão ou da absorção prejudicada de alimentos, acarretando prejuízos à saúde física e ao ajustamento psicossocial de adolescentes e adultos jovens.

Os episódios de compulsão alimentar são caracterizados pela ingestão excessiva e descontrolada de alimentos, em um curto espaço de tempo, muitas vezes causados por gatilhos psicológicos. Por esse motivo episódios de compulsão alimentar são comumente acompanhados de crises de ansiedade. 

Para que servem os alimentos?

Segundo Guia Alimentar da População Brasileira, alimentação diz respeito à ingestão de nutrientes, mas também aos alimentos que contêm e fornecem estes nutrientes. Como alimentos são combinados entre si e preparados, as características do modo de comer e às dimensões culturais e sociais das práticas alimentares. Todos esses aspectos influenciam a saúde e o bem-estar.

O Guia ainda acrescenta que as circunstâncias que envolvem o consumo de alimentos, por exemplo, comer sozinho, sentado no sofá e diante da televisão ou compartilhar uma refeição, sentado à mesa com familiares ou amigos, são importantes para determinar quais serão consumidos e, mais importante, em que quantidade eles serão ingeridos.

O ato de comer está fortemente ligado com a identidade e o sentimento de pertencimento social das pessoas, à sensação de autonomia e principalmente com o prazer que o alimento propicia e em consequência, à sua sensação de bem-estar.

AKTA-Liv-Endocrinologia-Integrada-hormonios-da-felicidade-dieta-balanceada-compulsao-alimentar

Compulsão alimentar – emoção X comida

O ato de se alimentar não se restringe apenas à necessidade de sobrevivência e de suprir as carências energéticas e nutricionais. Comida remete a lembranças, momentos em família, prazer, cultura de um país, e essa relação profundam mexe muito com as emoções.

É importante nos atentar a forma com que nos relacionamos com a alimentação e quais estão sendo as nossas motivações ao escolher qual alimento vamos comer, e principalmente, no tempo e na quantidade de vezes em que comemos em um dia.

Os Transtornos Alimentares apresentam tem uma estreita correlação com o abuso de álcool devido a fatores como a falta de autocontrole, a necessidade de gratificação imediata, a falta de vínculos afetivos, além de comorbidades como a ansiedade e a depressão. As pessoas que têm Compulsão Alimentar, costumam apresentar comportamentos compensatórios e isso se deve a insatisfação com a imagem corporal, acrescentando as tentativas frustradas de controlar o peso.

A emoção está tão ligada a comida que quando já existe um desequilíbrio emocional, isso pode levar também a um desequilíbrio alimentar, com o aparecimento de quadros compulsivos como a própria Compulsão Alimentar, Bulimia, Anorexia, Obesidade e Obesidade Mórbida. Todos esses Transtornos Alimentares causam sintomas como angústia, culpa e comportamentos punitivos e compensatórios. Sem a ajuda de um psicólogo juntamente com uma equipe médica, esses TAs podem levar até a morte.

AKTA-Liv-Endocrinologia-Integrada-Compulsao-alimentar-Mesa-com-Alimentos-Pouco-Saudaveis

Prejuízos a saúde causados pela compulsão alimentar

A compulsão alimentar pode causar muitos prejuízos a saúde física e mental. Os impulsos que fizeram o paciente comer descontroladamente em pouco tempo, são causados pela ansiedade, que traz pensamentos negativos sobre ele mesmo e isso o leva a se recompensar comendo. Porém, os sentimentos que nos levam a comer não desaparecem depois que comemos. O problema deve ser arrancado da raiz, com ajuda psicológica ou psiquiátrica.

Infelizmente esse descontrole causado pela Compulsão Alimentar gera prejuízos sério a saúde. Aí vão alguns exemplos de prejuízos à saúde:

– Obesidade: A compulsividade geralmente acontece em dias alternados. Em um dia a pessoa se puni deixando de comer ou se alimentando de uma dieta muito restritiva. No outro ela come uma quantidade de comida exagerada. Essa oscilação pode comprometer o metabolismo, o que favorece ao deposito de gordura ocasionando na obesidade.

–  Doenças Cardiovasculares: O sobrepeso já aumenta significativamente os riscos de doenças cardiovasculares. Em conjunto com a Compulsão Alimentar, as chances aumentam, pois, a escolha dos alimentos na sua maioria, são ricos em gorduras. A possibilidade de a pessoa ter pressão alta e colesterol alto também é elevada.

– Transtornos emocionais: Como já foi dito, a Compulsão Alimentar é uma doença causada por um desequilíbrio emocional. O sentimento de culpa acompanhado das compulsões deixam o paciente mais propenso a ter crises de ansiedade e depressão.

AKTA-Liv-Endocrinologia-Integrada-Compulsao-Alimentar-Mulher-Obesa-Pensativa

Fome emocional e fome fisiológica

É muito comum que busquemos por comida mesmo quando não estamos com fome. No meio da tarde, umas 2 horas depois que já almoçou, a vontade de comer alguma coisa sempre bate. Mas existem pessoas que buscam pela comida em momentos de sofrimento, ansiedade, ou muita felicidade. É uma forma de ter uma sensação momentânea de alívio e preenchimento existencial.

Fique atento aos sinais de fome emocional, avalie quais são os seus sentimentos nos momentos em que sente mais necessidade de comer algo e se você ainda tem o controle da quantidade que está ingerindo.

Procure apoio psicológico quando perceber que esses momentos se repetem. A compulsão Alimentar pode e deve ser tratada com ajuda profissional. O psicólogo vai tratar a raiz do problema e ajudará a identificar os momentos de fome emocional, e poderá te mostrar formas mais eficazes de lidar com seus sentimentos.

 

Fernanda Michelin

Psicóloga e Terapeuta Cognitiva

***

No Centro Terapêutico AKTA Liv trabalhamos com pacientes que apresentam problemas hormonais, transtornos alimentares, obesos, com sobrepeso e com morbidades relacionadas ao excesso de gordura. Todos os nossos tratamentos focam na perda e manutenção de peso a partir da adoção de hábitos de vida saudáveis, melhora da autoestima e, consequentemente, saúde e bem estar.

Para alcançar estes resultados contamos com uma equipe multidisciplinar de profissionais em diversas áreas como endocrinologistas, nutricionistas, psicólogos e fisioterapeuta, já que entendemos que cada paciente é único e requerem uma proposta personalizada de tratamento.

Conheça o Centro Terapêutico AKTA Liv:

Blog

Consulta

Siga-nos nas redes sociais:

Instagram

Facebook