(11) 91007-4004 contato@aktaliv.com.br Seg - Sab: 06:00 - 20:00
AKTA-Liv-Ginecologia-Cor-do-sangue-menstrual-BLOG

Cor do Sangue Menstrual: O Que Cada Tom Pode Significar?

A cor do sangue menstrual, assim como a regularidade do ciclo menstrual e dores muito intensas, dentre outros sintomas, podem ser sinais de alerta quanto à sua saúde. Hoje vamos entender um pouco mais sobre o que o tom da menstruação pode significar.   

A maioria das mulheres tem a menarca, ou seja, a primeira menstruação, entre 12 e 13 anos. O ciclo menstrual geralmente tem uma duração de 28 dias.

As características da menstruação podem dar indicações quanto ao estado de saúde da mulher. Qualquer sinal, desde a duração do seu ciclo até as texturas e cores que você vê, pode indicar algo importante sobre sua saúde.

Mudanças no ciclo menstrual podem ser o primeiro sintoma de diversos problemas de saúde da mulher, alguns dos quais não têm nenhuma conexão óbvia com os órgãos reprodutivos femininos. Assim, conhecer o seu ciclo menstrual é uma ferramenta importante para a manutenção da sua saúde.

Por que a cor do sangue menstrual pode variar?

Durante a menstruação, o corpo libera o tecido que reveste o útero (endométrio) e sangue pelo canal vaginal. A cor do sangue menstrual pode variar, de vermelho brilhante a marrom escuro ou preto, dependendo de sua idade e de outros fatores.

O sangue que permanece no útero por um período mais longo irá reagir com o oxigênio (oxidar) e adquirir uma coloração mais escura. Alterações hormonais e condições de saúde também podem afetar a cor e a textura do sangue menstrual.

Embora a maioria das tonalidades de cor do sangue menstrual possa ser considerada “normal” e não gerar suspeita de problemas de saúde, outras podem ser um sinal de alerta.

AKTA-Liv-Ginecologia-Cor-do-sangue-menstrual-tabela

Marrom

Geralmente a tonalidade marrom do sangue menstrual é um sinal de sangue antigo, que teve tempo para se oxidar. O sangue marrom pode estar associado ao início ou término da menstruação. Quando o fluxo é lento, o sangue pode demorar mais para sair do corpo, passando mais tempo no útero e oxidando, parecendo escuro no fim da menstruação. Sangue escuro no início da menstruação geralmente é resíduo de sangue da última menstruação.

Durante a gravidez a mulher também pode apresentar sangramento marrom, caso o sangramento tenha sido temporário e não esteja ativo. Em caso de sangramento durante a gestação procure o seu ginecologista ou obstetra.

Vermelho escuro

O sangue vermelho escuro também é mais presente no começo ou final da menstruação. Em alguns casos, após uma noite mais longa de sono ou de ficar deitada por um longo período durante a menstruação, o sangue pode ficar mais escuro também porque ficou no útero por um tempo, mas não oxidou a ponto de ficar marrom.

Vermelho vivo

Sua menstruação pode já começar com sangramento vermelho vivo. Isso significa que o sangue está fresco e que flui rapidamente. Seu sangue pode permanecer assim durante todo o período da menstruação, ou pode escurecer conforme o fluxo diminui.

Sangramento de escape (entre as menstruações) vermelho vivo pode estar associado a algumas infecções, como a clamídia ou gonorreia. Já a presença de pólipos ou miomas (crescimentos não cancerosos no útero) também pode causar fluxo intenso durante a menstruação ou sangramento em outros momentos durante o ciclo menstrual. Eles podem ser grandes ou pequenos e causar outros sintomas, como dor e pressão. Assim, se você tiver um sangramento com esta característica, considere entrar em contato com seu ginecologista.

Rosa

Seu sangue pode aparecer na cor rosa no início ou no final da menstruação e nos casos em que há sangramento de escape no meio do ciclo (ovulação). Neste último caso, a tonalidade rosada ou vermelho claro significa que o sangue se misturou com o fluido cervical.

Às vezes, o sangue menstrual rosa pode indicar níveis baixos de estrogênio no corpo. O estrogênio ajuda a estabilizar o revestimento uterino. Sem esse hormônio, você pode perder o forro algumas vezes durante o ciclo – causando manchas em várias cores, incluindo rosa. Algumas causas do baixo nível de estrogênio incluem o uso de anticoncepcionais hormonais que não contêm estrogênio, ou perimenopausa.

Se você está grávida, um jato de líquido claro ou rosa saindo da vagina pode ser um sinal de aborto. Outros sinais incluem cólicas e passagem de tecido pelo canal vaginal.

Laranja

Quando o sangue se mistura com o fluido cervical, também pode parecer laranja. Como resultado, você pode ter sangramento de escape ou um corrimento laranja pelos mesmos motivos que vê o sangramento rosa.

Algumas mulheres relatam ter visto manchas laranja ou rosa perto do momento da suspeita de implantação do óvulo ou entre 10 a 14 dias após a concepção. Nem todas as mulheres apresentam manchas de implantação, mas elas podem variar na tonalidade. Se você tiver sangramento de escape não acompanhado de menstruação, é uma boa ideia fazer um teste de gravidez.

Cinza

Secreção cinza ou esbranquiçada é sinal de que algo deve ser verificado pelo seu ginecologista!

Sangramento acinzentado pode indicar infecção bacteriana. Outros sinais de infecção podem incluir febre, dor, coceira, e forte odor. Se você está grávida, o surgimento de secreção cinza pode ser um sinal de aborto e o tecido eliminado pelo canal vaginal também pode ser cinza.

É normal que a cor do sangue menstrual mude durante o ciclo?

Sim! Sua menstruação pode se apresentar em cores diferentes em dias diferentes do ciclo! Você pode até ter cores diferentes de mês para mês ou em momentos diferentes ao longo de sua vida. Há uma série de fatores envolvidos, mesmo quando sua menstruação está totalmente “saudável”.

Na maioria dos casos, a variação do vermelho brilhante ao vermelho escuro e ao marrom tem algo a ver com o fluxo e o tempo que o sangue esteve no útero. Seu fluxo pode ser mais intenso no início da menstruação e diminuir de intensidade até o final. Você também pode ficar com sangue vermelho escuro depois de ficar deitado por um longo tempo. Você pode ver sangue vermelho brilhante em seus dias mais pesados.

Quando se preocupar com a cor do sangue menstrual?

Uma mulher saudável poderá apresentar variações na coloração do sangue menstrual ao longo do ciclo e da vida. Entretanto, caso você veja algo que nunca ocorreu antes ou que venha acompanhado de outros sintomas, agende uma consulta com o ginecologista.

Ainda, se a sua menstruação durar mais de sete dias ou for muito intensa – que necessite a troca do absorvente a cada uma ou duas horas – vale à pena conversar com o ginecologista e avaliar a necessidade de investigar o problema.

Além disso, qualquer sangramento durante a gravidez é motivo para conversar com o seu ginecologista ou obstetra.

AKTA-Liv-Ginecologia-Cor-do-sangue-menstrual
Outros motivos para conversar com o ginecologista:
  • ciclos são irregulares, mudando drasticamente em duração de um mês para o outro;
  • duração dos ciclos menor que 24 ou maiores que 38 dias de duração;
  • se você não menstruou em três meses ou mais;
  • dor considerável ou outros sintomas incomuns que acompanham o seu sangramento;
  • sangramento intenso entre ciclos;
  • se você passou pela menopausa e começou a sangrar novamente;
  • caso esteja grávida, converse com seu médico sobre qualquer sangramento que você notar. Mancha ou sangramento pode ser um sinal de aborto espontâneo. Corrimento cinza também pode indicar aborto espontâneo ou até infecção.

A cor do sangue menstrual, assim como outras características do seu ciclo podem indicar sinais de algum desequilíbrio. As mulheres acabaram de começar a menstruar podem apresentar uma grande variedade de cores e texturas do sangue menstrual nos primeiros anos. Da mesma forma, as mulheres na perimenopausa também podem apresentar mais irregularidades.

O espectro de cores considerado normal é grande, portanto é importante que você conheça o seu corpo e consiga identificar quando mudanças acontecerem e se for necessário se consultar com o ginecologista.

Com informações do healthline.com e medicalnewstoday.com.

Leia também:

Você Conhece o Seu Ciclo Menstrual?

Mudanças Hormonais da Mulher na Quarentena – PARTE 3

Dra. Danielle Miyamoto

Ginecologista / Obstetra / Mastologista

A Dra. Danielle Miyamoto é ginecologista, obstetra, mastologista e mestre em oncologia ginecológica e mamária, e oferece atendimento médico humanizado, completo e especializado para suas pacientes.

Formada pela UNICAMP e pela Faculdade de Medicina da USP com cursos de especialização na Itália e França, a Dra. Danielle Miyamoto foi eleita uma mas melhores mastologistas de São Paulo pelo Portal Doctoralia, além de ter excelente avaliação das suas pacientes. Saiba mais sobre a Dra. Danielle Miyamoto no seu site pessoal www.mastologistasaopaulo.com.br.

***

No Centro Terapeutico AKTA Liv trabalhamos com profissionais de diversas áreas médicas e complementares, oferecendo um apoio multidisciplinar nos cuidados com a saúde dos nossos pacientes.

Conheça o Centro Terapêutico AKTA Liv:

Blog

Consulta

Siga-nos nas redes sociais:

Instagram

Facebook

× WhatsApp