(11) 91007-4004 contato@aktaliv.com.br Seg - Sab: 06:00 - 20:00
AKTA-Liv-Endocrinologia-Integrada-Tireoidite-de-Hashimoto

O que é a Tireoidite de Hashimoto?

Considerada uma doença autoimune, a tireoidite de Hashimoto é causada pela inflamação da glândula tireoide e pode levar aos quadros de hipertireoidismo e hipotireoidismo. Mais comum em mulheres, identificar o quadro requer o acompanhamento regular de um endocrinologista, especialmente daqueles com casos de problemas de tireoide na família.

 

A tireoidite de Hashimoto é uma doença autoimune. Isso significa que o próprio sistema imune da pessoa ataca as células da tireoide, o que causa uma inflamação nessa glândula. Essa inflamação, em um primeiro momento, provoca o que chamamos de hipertireoidismo, que é a quantidade excessiva de hormônios da tireoide presente no sangue. Logo em seguida, a pessoa entra em um quadro de hipotireoidismo, que é exatamente o oposto: nesse momento, há uma queda dos hormônios da tireoide no sangue, o que pode afetar a frequência cardíaca e a temperatura corporal.

Mais comum em mulheres, a tireoidite de Hashimoto possui sintomas e tratamento e o paciente deve consultar um endocrinologista com regularidade para controlar o estado da glândula da tireoide e descobrir se possui a doença, especialmente se tem casos de problemas de tireoide na família. Isso porque, na maioria das vezes, a tireoidite de Hashimoto manifesta-se através de um aumento da tireoide considerado indolor. Portanto, somente durante a realização de exames é possível identificar o quadro.

Entre os seus principais sintomas estão o cansaço excessivo, facilidade em aumento de peso e um leve inchaço na parte da frente do pescoço, onde está localizada a tireoide. Esses sintomas se assemelham aos do hipotireoidismo, portanto, faz-se ainda mais necessário o auxílio de um médico especializado para diferenciar os quadros e iniciar um tratamento correto e assertivo.

É importante destacar que a tireoidite de Hashimoto e o hipotireoidismo não são a mesma coisa. A tireoidite de Hashimoto é uma doença autoimune que causa o hipotireoidismo. Inclusive, ela representa a principal causa para desenvolvimento desse quadro. Portanto, elas estão relacionadas, mas não são uma coisa só.

AKTA-liv-endocrinologia-glandula-tireoide

Sintomas da tireoidite de Hashimoto

Além dos sintomas destacados acima, a tireoidite de Hashimoto pode causar também dores musculares ou articulares, enfraquecimento de cabelos e unhas, pele fria e pálida, prisão de ventre e ainda baixa intolerância ao frio.

Mas se até os sintomas se assemelham, como identificar se o quadro é de hipotireoidismo ou de tireoidite de Hashimoto?

É comum que, em um primeiro momento, médicos diagnostiquem o paciente com hipotireoidismo e somente após identificar a inflamação da tireoide cheguem ao quadro correto. Mas é imprescindível contar com o apoio desse profissional para chegar a um diagnóstico final e iniciar o tratamento adequado, pois é através da realização de exames e do acompanhamento da glândula que isso será possível.

AKTA-Liv-Endocrinologia-Integrada-sintomas-cirurgia-de-cabeca-e-pescoco

Causas da tireoidite de Hashimoto

Atualmente ainda não há causas que comprovem o surgimento da tireoidite de Hashimoto. Contudo, especialistas acreditam que ela pode ser causada por alterações genéticas. Há ainda aqueles que acreditam que a causa está ligada à presença de vírus e bactérias que podem causar uma inflamação crônica da glândula, levando ao quadro de tireoidite.

Além disso, outra questão bastante discutida sobre a doença é que é mais frequente em pessoas que possuem outras alterações endócrinas, como a diabetes tipo 1, mau funcionamento da glândula adrenal ou outras doenças também consideradas autoimunes. A exemplo: lúpus, artrite reumatoide, síndrome de Sjögren e anemia perniciosa.

É importante destacar novamente que a doença acomete mais mulheres que homens, sendo de cinco a oito vezes mais frequente nesse primeiro público. Outra questão que aumenta as chances de desenvolvimento do quadro é a idade, portanto, quanto mais velha for a pessoa, mais chances ela possui de desenvolver a tireoidite de Hashimoto.

Como tratar a tireoidite de Hashimoto

Após diagnosticado através da realização de exames e do acompanhamento regular com um endocrinologista, a principal tarefa do profissional é de regular o funcionamento da glândula tireoide do paciente, evitando o surgimento de complicações de saúde através do quadro.

O tratamento é feito através da reposição hormonal, que deve ser acompanhada geralmente de seis em seis meses para avaliar seu andamento e resultados. Para aqueles que desenvolvem dificuldade para respirar ou se alimentar devido ao aumento da glândula, pode ser indicada uma cirurgia para sua retirada, o que devolverá conforto para a vida do paciente.

Tanto para aqueles que já possuem a doença quanto para os que podem estar tendo sintomas que se assemelham aos descritos neste texto, o conselho é o mesmo: não deixe de fazer um acompanhamento de maneira periódica com um endocrinologista. Especializado no assunto, o profissional orientará o paciente quanto às providências a serem tomadas e quais os melhores remédios para a realização do tratamento.

Se você possui casos de problemas com tireoide na família, fique ainda mais atento. Para agendar uma consulta em nosso consultório, entre em contato agora mesmo com a nossa equipe. 

Dra. Ana Priscila Soggia - Endocrinologista

Dra. Renata Gonçalves - Endocrinologista

Dr. Hugo Valente - Endocrinologista

Dr. Marcelo Schalch - Cirurgião de Cabeça e Pescoço

***

No Centro Terapêutico AKTA Liv trabalhamos com pacientes que apresentam problemas hormonais, transtornos alimentares, obesos, com sobrepeso e com morbidades relacionadas ao excesso de gordura. Todos os nossos tratamentos focam na perda e manutenção de peso a partir da adoção de hábitos de vida saudáveis, melhora da autoestima e, consequentemente, saúde e bem estar.

Para alcançar estes resultados contamos com uma equipe multidisciplinar de profissionais em diversas áreas como endocrinologistas, nutricionistas, psicólogos e fisioterapeuta, já que entendemos que cada paciente é único e requerem uma proposta personalizada de tratamento.

Conheça o Centro Terapêutico AKTA Liv:

Blog

Consulta

Siga-nos nas redes sociais:

Instagram

Facebook