Consequências da Obesidade Infantil

Estima-se que, em 2025, o Brasil terá aproximadamente 11,3 milhões de crianças com excesso de peso.

Mais de 400 mil estarão com pré-diabetes, 150 mil terão diabetes tipo 2, 1 milhão será hipertensa e 1,4 milhão apresentará esteatose hepática não alcoólica.

A obesidade infantil é uma epidemia mundial, com necessidade de tratamentos seguros, efetivos e seguidos adequadamente. A prevenção da obesidade é de suma importância para se evitar as gravíssimas consequências como:

  • Alterações articulares, pela sobrecarga do peso.
  • Dificuldades para desenvolver algum esporte ou outro exercício físico devido a dificuldade para respirar e o cansaço.
  • Apneia do sono
  • Amadurecimento prematuro: as meninas obesas podem entrar antes na puberdade e ter ciclos menstruais irregulares
  • Hipertensão, colesterol e problemas cardíacos .
  • Distúrbios hepáticos.
  • Desânimo, cansaço, depressão, queda no rendimento escolar.
  • Desenvolvimento de uma imagem corporal negativa, baixa auto-estima, isolamento, estigmatização e discriminação social.
  • Transtornos alimentares que levam à bulimia e anorexia nervosa.
  • Problemas na pele.
  • Hiperinsulinismo, insulino-resistência, diabetes mellitus tipo 2
  • Maior probabilidade de desenvolver comportamentos de risco (consumo de álcool e tabaco), desenvolvimento de uma imagem corporal negativa, levando consequentemente a efeitos negativos sobre a autoestima.
  • Fator de risco para litíase biliar (pedra na vesícula)
  • Predisposição para o aparecimento de varizes e o seu agravamento
  • Na vida adulta, aumento do risco de câncer: colo-retal e próstata no homem, já nas mulheres, mama, endométrio, ovário e vias biliares.

É necessária uma maior atenção para a obesidade infantil, afim de evitarmos todas essas consequências desastrosas para vida de nossas crianças, mesmo porque a obesidade infantil pode persistir na vida adulta.

 

O tratamento adequado da obesidade infantil deve ser feito por uma equipe multidisciplinar, composta por endocrinologista, nutricionista, terapeuta comportamental e educador físico. A participação da família é de extrema importância, já que na maior parte dos casos de obesidade infantil está relacionada a maus hábito alimentares e sedentarismo.

Caso deseje maiores informações, não hesite em procurar orientação de um profissional médico.

O Centro Terapêutico Akta Liv conta com uma equipe especializada no tratamento de crianças com sobrepeso e obesidade infantil.

 

Dra Rejane Vaz Bezerra Cruz

Endocrinologista do Centro Terapêutico Akta Liv

CRM 128.411

 

Lins Úteis:

Akta Liv Kids

Fundamentos do Método Akta Liv